BLOG

Notícias, dicas e tendências do universo moveleiro

O que vai mudar em casa após a pandemia


Tendências Dicas 25 July 2020

Nesse período em que ficamos mais tempo dentro de casa, muitas pessoas sentiram a necessidade de reformar ambientes, reaproveitar cômodos e testarem novas maneiras de deixar o espaço mais confortável. 

A nova rotina de higiene e cuidados para prevenir a contaminação promete se tornar um hábito que pode trazer mudanças na organização da casa e também modificar a forma que utilizamos alguns espaços. 

Não é a primeira vez que esse tipo de crise relacionada a saúde influencia o desenho e a organização do espaço residencial. 

As medidas sanitaristas da Europa no final do século XIX, trouxeram diversas leis que incentivam práticas regulares de higiene pessoal como lavar as mãos e limpar a casa, e também, na arquitetura, com a preferência por quartos e ambientes mais arejados no lugar de alcovas, a fim de diminuir os recorrentes casos de doenças como cólera, tuberculose e desinteria.

Nesse artigo trouxemos algumas das principais tendências que estão sendo integradas ao ambientes residenciais por causa das medidas de proteção, e que tem muito potencial para fazer parte do nosso do dia a dia.


Hall de entrada


Espaço que já estava caindo em desuso, especialmente em imóveis mais novos em que o tamanho dos ambientes passaram a ser reduzidos. Porém, com as medidas de prevenção, sair e voltar para casa passou a ter um ritual de sanitização. Ter um espaço físico para colocar os sapatos, colocar máscaras limpas e álcool em gel para que sua preparação na hora de sair e voltar para casa seja feita de maneira mais ágil e organizada. Essa área de chegada para colocar casacos e sapatos pode ser feita tanto em espaços construídos, quanto com a ajuda de móveis planejados feitos estrategicamente para criar um esse ambientes.



Lavabos


A ideia inicial do lavabo era não compartilhar o banheiro que você e sua família usam com estranhos. Apesar de ter se tornado um ambiente cada vez mais raro nas casas brasileiras, a facilidade que ele oferece para a higienização das mãos logo na entrada da casa, é um forte indicativo de que seu uso voltará a ser recorrente em nossa rotina.


Conforto


Por ser um período com um nível considerado de estresse, muitas pessoas passaram a reorganizar a disposição dos ambientes na casa para priorizar espaços que promovam relaxamento, conforto e conexão com a natureza. Práticas relaxantes como ioga e meditação cresceram muito nesse período e grande parte das pessoas que adquiriram esse hábito vão buscar mantê-lo em seu dia a dia pós-pandemia. 


Apesar de ter uma definição muito particular, as estratégias mais comuns para aumentar o conforto nos ambientes são: uso de cores claras, a presença de plantas, móveis e revestimentos com tons mais orgânicos e naturais.



Muitos outros hábitos adquiridos agora podem tomar conta de sua rotina, alguns jornais discutem que a pandemia pode ser o motivo para a popularização das assistentes virtuais e ferramentas de inteligência artificial nas residências. Além do comércio online e delivery que prometem continuar na rotina dos brasileiros.


Pronto para trazer essas mudanças para seu lar? Conta pra gente!

  • Compartilhe: